domingo, 27 de abril de 2014

Fuja da Precipitação!

0 comentários

"Tu, porém, descerás antes de mim a Gilgal, e eis que eu descerei a ti, para sacrificar holocaustos, e para oferecer ofertas pacíficas; ali sete dias esperarás, até que eu venha a ti, e te declare o que hás de fazer."

1 Samuel 10.8

Assim que foi consagrado, Saul recebeu algumas orientações por parte do profeta Samuel, sendo uma delas, aguardar por Samuel em Gilgal durante sete dias para a realização de um sacrifício de paz antes de sair à guerra.

E no segundo ano do seu reinado, Saul vê-se na situação que havia sido profetizada.
No entanto, o cenário de guerra estava difícil: os soldados, à espera de uma ordem, estavam com medo e fugiam. E nada do profeta Samuel aparecer!
O sétimo dia já havia chegado! Cadê ele?
Com medo de perder todo o exército, o rei Saul toma uma decisão precipitada: ele mesmo faz o sacrifício de paz para depois sair à guerra.
Mas logo após a realização do sacrifício, o profeta Samuel chega e questiona severamente a decisão do rei.
Mais do que isso, declara que por conta daquela decisão precipitada, Saul haveria de perder o reino.
Deus já havia achado alguém segundo o Seu coração, algo que Saul apresentou não ter (I Samuel 13.1-15).

A história do rei Saul nos conta sobre um homem que poderia ter trilhado um caminho memorável, de conquistas e vitórias em Deus, mas que por meio de inúmeros equívocos, acabou seguindo o rumo inverso.

E o maior erro do rei Saul foi ter sido precipitado.

Do mesmo modo que Saul, estamos sujeitos a tomar decisões precipitadas constantemente.
Seja ao iniciar um relacionamento amoroso, sem conhecer adequadamente a outra pessoa;na troca de emprego, analisando friamente valores monetários e não pedindo conselho ao Senhor;  na aquisição de algum bem por impulso e em tantas outras situações, somos levados a agir de maneira precipitada.

Por vezes,a  precipitação tem a intenção de nos acelerar, de agilizar o processo, mas na verdade, nos atrasa. A precipitação nos tira do centro da vontade de Deus!

Um dos maiores vilões geradores da precipitação é a ansiedade.
A ansiedade nos impulsiona a tomar decisões sem analisar corretamente todo o cenário.

No entanto, diante desse contexto que nos conduz à ansiedade e precipitação, recebemos o seguinte conselho de Deus:

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus" (Filipenses 4.6)

O apóstolo Paulo diz que não devemos andar ansiosos!
Mas devemos apresentar em oração, todos os nossos pedidos a Deus!

Ou seja, se está sobrando ansiedade, está faltando oração!

Quando você derrama o seu coração em oração diante de Deus,  a ansiedade não te domina mais, você recebe direção do Senhor e não age precipitadamente, mas passa a andar em dependência dEle!
E como filhos do Pai, este é o melhor lugar que podemos estar!

Portanto, não seja precipitado!
Não permita que a ansiedade te domine! Deleite-se no Senhor, entregue-se a Ele, confie, viva em dependência!
Ele irá te guiar até as melhores decisões, àquilo que está no coração dEle para a sua vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...