domingo, 17 de novembro de 2013

Uma Armadura Espiritual



Efésios 6.11-18

O apóstolo Paulo escreve a carta aos Efésios na prisão, em meio a soldados romanos responsáveis por sua guarda e a de outros presos.

Dentro desse contexto que era constante diante dos seus olhos, Paulo utiliza a metáfora da armadura, comum aos soldados, com o objetivo de demonstrar o tipo de fortalecimento que precisamos para vencer na vida cristã.

A armadura do cristão tem uma função muito clara: nos fazer firmes no dia mau contra as astutas ciladas do diabo ( vs. 11 ).

Paulo alerta que devemos viver preparados para uma guerra espiritual e não apenas para as lutas do mundo real.
Apesar da realidade visível trazer uma série de obstáculos à nossa vida, estes não se comparam ao impacto das estratégias malignas que se desdobram invisivelmente na guerra espiritual.

No entanto, não precisamos temer! Deus nos oferece uma armadura invencível para lutar espiritualmente e revestidos por ela, podemos vencer todas as guerras em nome de Jesus!

Paulo cita seis elementos que compõem a armadura e mais uma arma poderosíssima a ser usada constantemente.

Vamos descrever um pouco cada uma:

Capacete da salvação – A salvação é como um capacete para proteger a mente do cristão. Ela protege os nossos pensamentos, lembrando-nos que a salvação vem pela graça e não por quaisquer méritos pessoais;

Couraça da justiça – O coração e a alma do cristão são protegidos pela justiça de Deus e com base nisso, este constrói os seus relacionamentos baseados na justiça que aprende ao conhecer a Sua Palavra;

Cinturão da verdade – A vida do cristão deve ser construída sobre a verdade. A verdade é responsável por segurar a nossa vida e sem ela, toda a armadura se desmancha. O verdadeiro cristão busca viver em verdade, nas suas palavras e ações;

Pés calçados na preparação do evangelho da paz – O cristão deve estar sempre pronto para pregar o evangelho de Jesus Cristo com mansidão e sabedoria. Esta é uma das armas de ataque que temos para avançar sobre o reino das trevas e trazermos vidas para o Reino de Deus;

Escudo da fé – Não uma fé na fé, mas fé em Deus; fé para confiar em Deus e não confiar em si mesmo, fé em Deus para crer que este reina soberanamente, acima de qualquer ataque do inimigo. O escudo da fé nos protege das falsas acusações do Maligno, que vêm como dardos inflamados, buscando nos atingir.
A fé que precisamos vem pelo ouvir, e o ouvir a palavra de Deus ( Romanos 10.17 )

Espada do Espírito – O cristão precisa carregar vivamente em sua vida a palavra de Deus. Ela precisa ser uma espada, bem manejada para atacar as obras do Maligno. Ela é poderosa e eficaz para atingir o objetivo!

Além desses seis elementos, o apóstolo Paulo nos desafia a orar em todo o tempo! Orarmos por nós mesmos e pelos outros, perseverando pela vida de todos os santos.
A oração é de extrema importância na realidade de guerra espiritual que vivemos, pois nos leva a conexão com o Pai e nos faz estarmos atentos às ciladas do inimigo.

Portanto, se vista com a armadura proporcionada por Deus a nós e esteja apto para guerrear as batalhas contra o mal, tendo a certeza da vitória conquistada por Cristo !

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, crítica ou sugestão! Ela é valiosa demais para ficar restrita somente a você!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...