domingo, 27 de maio de 2012

Não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido


Atos 4.5-22

Pedro e João haviam sido usados poderosamente por Deus para curar um homem que ficava na porta Formosa do Templo pedindo esmolas ( Atos 3 ) e após essa cura maravilhosa, pregavam as boas-novas de Jesus Cristo, quando foram conduzidos até às autoridades judaicas.

Lá naquele ambiente, quando foram questionados sobre como havia acontecido o milagre, eles pregaram ousadamente sobre Jesus . Aqueles homens, vendo a maneira com que os apóstolos pregavam, sabendo do milagre ocorrido e de como todo o povo estava maravilhado com os acontecimentos, ameaçaram Pedro e João, ordenando que eles não pregassem mais o Evangelho.

Porém, Pedro e João responderam intrépidamente :

"...Não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido". ( Atos 4.20 )

Essa sentença dita pelos apóstolos é uma realidade presente na vida de todas as pessoas!

Sempre usamos a boca para falar das coisas que estão diante de nós!
E apesar do falar contido nessa passagem dizer respeito especialmente ao falar de palavras, também podemos comunicar uma mensagem com o nosso comportamento.

Inclusive, falamos muito mais com as atitudes do que com as palavras!

E o comportamento que demonstramos é consequência da experiência de vida que temos, daquilo que temos visto e ouvido!
Somos extremamente afetados por aquilo que está diante de nós, sejam músicas, o que assistimos na TV, as conversas que temos com amigos, dentre outras influências.

Jesus diz em Lucas 6.45:

" O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca".

O propósito de Deus é que estejamos tão intimamente ligados à Ele que expressemos através de nossas atitudes e palavras, a Sua natureza!
Ou seja, tudo o que fizermos e falarmos transmita a Verdade que liberta, as boas-novas sobre Jesus.

É esse o conceito que Jesus apresenta em João 15.4-5:

"Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim.
Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma. "

Um ramo ligado à videira não faz força para dar frutos. Isso é algo natural! Provém da ação da videira naquele ramo...O ramo é a extensão da videira e por estar conectado à ela, frutifica!
O ramo comunica a todos que está ligado à videira quando dá o seu fruto.

Vemos na vida de Pedro e João que eles estavam conectados à videira, Jesus Cristo, de tal modo que não podiam deixar de falar, em ações e palavras, do que estavam vivendo.
E isso gerava frutos, como em Atos 4.21: o povo glorificava a Deus!

E você? O que tem visto e ouvido? Quais tem sido os frutos da sua vida?

Se você estiver sendo mais influenciado pelas coisas deste mundo do que pelo Reino de Deus, é certo que seus frutos são podres e não levam glória a Deus!

Mas a realidade é que o Senhor te chamou para mais do que isso! Ele quer usar você para glorificá-Lo com seus comportamentos e palavras e assim, levar outros à verdadeira liberdade que só encontramos em Jesus Cristo!

Se você quer aceitar este chamado de Deus, mergulhe em um relacionamento mais íntimo com Cristo! Busque mais entendimento da Bíblia e desenvolva uma vida de oração!
À medida que conhecemos mais do caráter do Senhor, Ele desenvolve a vida dEle dentro de nós e dessa forma,  refletimos Jesus por onde andamos!

Não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido! Sonde o seu coração e o alinhe ao propósito de Deus!

Você já submeteu a sua vida a Cristo? Não? Clique aqui para saber mais a respeito!


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião, crítica ou sugestão! Ela é valiosa demais para ficar restrita somente a você!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...