domingo, 27 de fevereiro de 2011

Enche-me com indignação!

0 comentários


Pai, enche o meu coração com um sentimento de indignação.

Indignação contra as apostasias dos últimos tempos,
Contra o pecado que quer se instalar em meu coração e no de meus irmãos.
Desejo me indignar contra a mornidão e o mundanismo que assolam a igreja,
Pela situação dos famintos, órfãos e viúvas desamparados.

Indignação contra aqueles que fazem a Tua obra fraudulosamente,
Contra a afronta e perseguição sofrida pelos missionários que levam a Tua mensagem.
Me faz ficar indignado com a situação espiritual e moral deplorável da sociedade,
Quero que o meu coração arda em indignação a respeito dos políticos corruptos que roubam descaradamente o meu país,
Torna-me indignado a respeito de todo sentimento de preguiça, toda mentira e todo "lavar de mãos".

Eu quero ficar indignado.
Não com aquela indignação que me leva a discursos maravilhosos, porém não proporciona mudança.
Mas, da indignação que me faz agir, faz com que eu saia do meu lugar para proclamar o Teu Reino e a Tua verdade sobre essas situações.
Da indignação santa que não me permite ficar parado, mas me leva a alguma ação, nem que seja simplesmente à oração, clamando pelo Teu Reino sobre esta terra.

Que a Tua indignação encha o meu coração!



Há um senso comum que associa os cristãos ao comodismo e resignação que nada produzem.
Porém, na Bíblia, vemos que a indignação pode ser usada por Deus para nos levar a agir em prol de algo ou alguém.

Foi por causa de sua indignação com a situação vigente que Deus encontrou e usou Gideão para libertar Israel (Juízes 6.11-16).
Elias, inclusive foi chamado pelo rei Acabe de "perturbador de Israel" (I Reis 18.17), mas em razão da sua indignação diante da decadente situação espiritual dos hebreus, foi usado pelo Senhor para fazer o povo novamente reconhecer que o Senhor é Deus (I Reis 18.39).

Deus quer inflamar o seu coração por uma causa e esta pode ser algo que te deixa indignado hoje!
Coloque-se em ação e se não for possível a príncipio, em oração por este problema.

Permita que esta indignação por uma situação seja combustível para que você seja usado pelo Senhor para promover mudança nesta terra!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Sobre a Entrega Necessária

0 comentários
O nosso relacionamento com Cristo é, desde o início, composto por escolhas.

A primeira escolha que tomamos é de convidarmos Cristo a ser Senhor e Salvador das nossas vidas; depois passamos a fazer as escolhas que nos conduzem à obediência ou desobediência a Cristo nas situações da nossa vida.
São várias as escolhas que temos de fazer e elas são diárias e à medida que seguimos a Deus, começamos a dar mais valor a elas.

Dentro desse processo que vivemos após convidarmos Jesus para entrar em nossa vida, começamos a ser trabalhados pelo Senhor, moldados para nos tornarmos mais parecidos com Ele.
E, em certos momentos dessa trilha, somos confrontados com uma dura escolha que temos de fazer: a escolha da entrega.

Em vários momentos da nossa vida, Jesus nos incomoda a entregar certas coisas e situações a Ele.
São situações que estão em um lugar equivocado em nossas vidas, atitudes que desagradam a Deus ou então, coisas que estão supervalorizadas em nosso coração.
E essa entrega é importante para que liberemos a nossa vida para continuarmos sendo moldados à semelhança de Deus.

Em diversos momentos do nosso relacionamento com Jesus, ouviremos esse pedido da parte dEle. E, talvez, hoje Jesus aguarde por algo que você precise entregar para que a obra dEle na sua vida possa prosseguir.

Nesse texto, veremos três coisas que Deus nos pede para entregar a Ele:

- Entregar práticas antigas:


“Mas, agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca. Não mintais uns aos outros...”
(Colossenses 3.8-9)

No processo de transformação da nossa vida à semelhança de Cristo, será necessário entregar ao Senhor as práticas do nosso velho homem... Ira, maldade, fofoca... Mas, existem coisas que temos mais dificuldade em entregar. Às vezes, é difícil deixar de mentir, deixar de falar palavrão, deixar a prostituição, a pornografia, os vícios...

Mas o Senhor, a fim de terminar a Sua obra nas nossas vidas, está pedindo que entreguemos isso, para que deixemos essas práticas desagradáveis a Ele de lado, para viver a nova realidade de vida que Ele tem para nós.

“Revesti-vos, pois , como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão e longanimidade, suportando-vos uns aos outros e perdoando-vos uns aos outros...”
(Colossenses 3.12-13)

Existe um estilo de vida diferente para vivermos, segundo Cristo, que é incomparavelmente melhor do que as antigas coisas!

- Entregar “ídolos” estabelecidos em nosso coração;


Gênesis 22.1-17

Por vezes, Deus irá pedir que entreguemos coisas que estão se posicionando como “ídolos” no nosso coração... Situações que estão sendo supervalorizadas e, com isso, ocupando o lugar que deve ser do Senhor em nossos corações.

Foi isso que aconteceu a Abraão. Abraão amava a seu filho, Isaque, o herdeiro da promessa feita pelo próprio Deus. No entanto, Deus permitiu que ele fosse testado, pedindo que Isaque fosse oferecido em holocausto. Na realidade, o que vemos é Deus permitindo que Abraão fosse testado a fim de identificar se Isaque era mais amado por Abraão do que o próprio Deus.

Mas, Abraão decidiu entregar o seu próprio filho por amor ao Senhor!
Existe algo na sua vida que tem ocupado o lugar que deveria ser de Deus?

Pode ser uma pessoa, um bem material, uma bênção dada pelo próprio Deus.Coisas que temos praticamente adorado em nossa vida,mesmo que inconscientemente.

Devemos entregar ao Senhor qualquer coisa que esteja ocupando o lugar que é dEle.
E, dependendo do que for, Deus pode até mesmo nos devolver o que entregamos à Ele, como fez devolvendo Isaque a Abraão.

Mas, é importante entregarmos tudo ao Senhor e dar a Ele o trono do nosso coração . Que nada possa ocupar o lugar que é dEle. Só Ele é digno de ser adorado e exaltado por nós!

“Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente.Amém!”
(Romanos 11.36)


- Entregar “pontos de confiança”

Marcos 10.17-22

O jovem rico chegou a Jesus querendo saber o que precisaria fazer para herdar a vida eterna. Jesus disse a ele: ”Obedeça aos mandamentos”. E aquele homem vira para o Senhor e diz: “Tenho feito isso desde jovem!”. Jesus, então, tem uma revelação do estado do coração daquele rapaz e diz: “Venda os seus bens, dê aos pobres e me siga!” Ao ouvir isso, aquele jovem se retirou triste, pois era um homem muito rico.

Jesus se opunha à riqueza simplesmente? Sabemos que não!
A questão é que aquele homem colocava a sua confiança naquilo que ele tinha ajuntado. Colocando sua confiança nessas coisas, não havia como crer no Senhor.

Por vezes, nós temos colocado excessiva confiança em coisas que não são o próprio Deus. Às vezes, como o jovem rico, colocamos muita confiança no dinheiro e aquilo que podemos fazer com ele ou passamos a colocar muita confiança na nossa própria força para fazer as coisas, como fez Sansão e acabou se esquecendo de Deus.

Temos que entregar os nossos pontos de confiança ao Senhor.
Aprender que o único merecedor da nossa confiança é Deus e nenhum outro.

No Salmo 16.2, Davi confessa ao Senhor: “Tu és o meu Senhor, não tenho outro bem além de Ti.”
Porém, sabemos bem que Davi era rei, possuía palácios, um exército esperando o seu comando. Mas ele entendeu que a confiança dele só poderia estar depositada no Senhor!
No versículo 5, Ele diz: “tu és a minha porção e a minha herança, é o Senhor que sustenta a minha sorte.”
É essa a posição que Deus espera que tenhamos!

Se existe algo onde você esteja depositando a sua confiança além de Deus, é hora de entregar esta situação ao Senhor.

Para cooperarmos com a obra do Senhor na nossa vida, temos que aprender a entregar. Entregar as práticas antigas, entregar os “ídolos” estabelecidos no nosso coração, entregar os “pontos de confiança”, entregar tudo que o Senhor nos pedir.

E deixar que o Senhor molde as nossas vidas, segundo a Sua vontade, nos ensinando práticas novas, nos ensinando a colocá-lo como Rei da nossa vida e o grande Deus digno de toda a nossa confiança, nos ensinando a conhecê-Lo cada vez mais e viver a Sua verdade!

Portanto, entregue aquilo que for necessário ao Senhor e viva a vida verdadeira ao lado dEle!

Para começar, você precisa entregar sua vida à Cristo.
Você quer fazer isso? Clique aqui!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...